sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Sensual - idade

Cravo as unhas nas bordas do mundo
sugo tudo até o sumo
vivo intensamente meus momentos
grito quando quero gritar
sorrio só quando sinto vontade
e minhas vontades tem que ser respeitadas

Vou até ao cume do mundo
se preciso for, vou ao fundo
mas me reergo novamente no final
afinal...

Minha idade é crítica, perigosa, devassa
sensualidade aflorada
inibição não tenho, mas sou seletista
só me faço acompanhar por quem escolho
assim vou levando minha vida...meus amores
até onde não sei... pra que saber...

Rosane Silveira / Ricardo G. Denudes

2 comentários:

Danielle disse...

Primaaaa que poema lindooo amei.... Espero q vc continue assim, com esse talento maravilhoso q vc tem... e q faça 1000lhoes dee livrosss... euu amoodolooo priiimaaaa...Felicidade e Sucessos Eternos pra vc!!!! Ameii seu blog.. so q eu ainda não achei o seu site? .. depois vc me passa... bjsss.. de sua primaa maluka.. rsrs... e q te adora muiitoo.. Danny

Teresa disse...

Rosane

Que lindas suas poesias...
cheias de encanto... magia...
sensualidade... calor... emoção...
sentimento...
Adorei!!!
Todo sucesso pra você...
que seus caminhos sejam coroados
de êxitos, sempre!
beijosss no coração.
Obrigada por me aceitar no seu mundo virtual.
beijossss no coração.
da amiga, Teresa