sexta-feira, 20 de maio de 2011

Procura-se


Procura-se

Procura-se por aqueles
que já foram vistos
dançando nas ruas
numa noite fria ou madrugada nua

Procura-se por aqueles
que acreditam no amor
que fazem poesias
e choram suas sinas

Procura-se por aqueles
que choram, sentem
permitem-se e morre
em cada esquina...


Procura-se...
mas cadê, não os vejo
sentimentos são escondidos
camuflados em desejos...

procura-se...

Rosane Silveira

Um comentário:

Marcos Antoniel disse...

Adorei o poema Muito bem escrito, bom eu sou Marcos Antoniel, Poeta, sou do RN e estou em um projeto na cidade de Mossoró chamado "JOVENS POETAS", deiuma vasculhada no seu blog e gostei muito do que vi... Esse é o endereço eletronico do meu fique a vontade escrevo pois sei que a poesia que faço não é somente pra mim e sim para os que se sentem tocados por ela...http://neurosesnoturnas.blogspot.com/