domingo, 10 de novembro de 2013




Fala-me baixinho
qualquer coisa
meu coração anda perdido
de sentimentos
res - sentimentos
e um tantinho
de um querer meio torpe
torto, ardoroso
quente, morno...
vivo...morto
ando querendo ouvir coisa
boa, gente de coração bom
tem muita coisa errada por ai
gente que só pensa palavrão
e fala...como se fosse pedir
perdão então porque fala o palavrão?
Tem muita coisa doida
cabeças rolam pelo chão todos os dias
e um querer de um mundo melhor
que não sai do papel
e a gente vai ansiando
querendo, pensando,
escrevendo, sonhando
vivendo...nascendo...morrendo
torpe.

Rosane Silveira

3 comentários:

A VIDA EM MOVIMENTO disse...

A poesia apenas toma forma, ela sempre existiu na natureza das coisas já criadas... Francis Perot

Marisa Aquino Azevedo disse...

Adorei seu espaço, parabéns, perfeitos escritos, um feliz 2014

Malu Silva disse...

Rosane, passando, ainda em tempo, para desejar que este ano que acaba de começar lhe traga grandes realizações e muita PAZ, SAÚDE e FELICIDADES!!!
Um abraço e tudo de melhor...