sábado, 30 de janeiro de 2016

Folheando e amando


Tuas mãos
percorrem meu corpo
e me lês,
cada linha minha
atentamente devorada
por tua voracidade
em conhecer cada
centimetro do meu ser
e vai me folheando
cada página virada
de mim te traz uma
nova surpresa
ora sou uma santa
ora pecadora
ora promiscua
ora ingênua
e tu vais se rendendo
tal como um leitor faminto
e me virando pelo avesso
e com sagacidade
desvendando todos
os meus segredos

Rosane Silveira

2 comentários:

Lucia Leão da Silva disse...

Lindo todos os seus poemas,parabéns pelo seu maravilhoso trabalho de escrever com a alma.

Lucia Leão da Silva disse...

Lindo todos os seus poemas,parabéns pelo seu maravilhoso trabalho de escrever com a alma.