segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Presença - ausente


Mais um dia que começa
com tua presença-ausente aqui
e em mim
teu cheiro ainda impregna o ar
que está viciado em ti
a impressão de tua
imagem fica a todo canto
até em meu pranto
te vejo, oprimo e reprimo
o choro que vem a seguir
e ai...
maquinalmente ando
pela casa em busca
de algo que me faça esquecer de ti
e por fim...quando
penso que vou desfalecer
me lembro de mim
e me afundo dentro
de meu precipicio interior
tentando me encontrar em todas as vezes
que me perdi nesse amor sem fim.


Rosane Silveira
às 09:44 do dia 15/09
(proteja os direitos autorais)

Um comentário:

bridakaloo disse...

Presença Ausente...simplesmente maravilhoso;;foste no amago...vc é maravilhosa...amo seus poemas..sua sensibilidade...Beijos e afagos nesta tua alma sensivel...