quarta-feira, 8 de abril de 2009



Poeminha desaforado
(aff não resisti rsrsr)

Não sei do amor nem sei se passou
ou ainda está aqui olhando pra mim
Não sei da tristeza que antes se instalou
deixando a certeza do teu desamor

Não sei de nada nem de ti nem de mim
parece piada um amor morrer assim
Só sei de uma coisa não quero sofrer
deixo isso pra ti que não quero nem ver. ...

Rosane Silveira
(proteja os direitos da autora)

Um comentário:

Priscila S.Lisboa disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
gostei do nome kkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Beijão Rose,desamor é um troço que dói viu =/