sexta-feira, 7 de agosto de 2009

A dinâmica do amor


Quer saber
o amor tem que ser dinâmico
dar vida a morosidade do nosso ser


o amor tem que ser louco
voraz que chega arrasando tudo
até o mais sério dos seres o fazendo
sair cantando pelas ruas de terno e gravata

o amor tem que abalar estruturas,
alicerces nunca antes imaginados
abalar

o amor tem que nos deixar rubros
diante da vida e parecermos tolos
diante do outro

o amor tem que nos fazer rir
gargalhar e ser feliz só de lembrar
de um momento bom...

o amor tem que nos deixar assim
fantasiando um sonho ou sonhando acordado
sem nem mesmo pensar em dormir

o amor tem que ser livre
preso só o coração que feliz
se aninha no peito do outro

quer saber...

o amor tem que ser dinâmico.

Rosane Silveira
(proteja os direitos autorais)

2 comentários:

Anônimo disse...

Minha Linda Rosa

Ave Maria!!!
Vc nos faz sonhar...
Meditando na força de tornar minha realidade subjetiva em objetiva.

Iluminado por esse formoso poema, o Amor
reveste-se com a beleza desta Rosa perfumada.

Isso tão somente vem corroborar para
fazer de mim um imensurável
apaixonado por esse seu Amor, tão dinâmico ao meu singelo coração.

bjus
cheio de Amor
Jean

O NOVO POETA disse...

muito lindo seu blog, adorei ler seus trabalhos, abraçossssss