domingo, 26 de abril de 2009



Carícia

Acaricia-me a alma
com palavras doces
e um leve sorriso nos olhos
e um doce sentir no
desejo de querer mais

acaricia-me a alma
com palavras mansas
sorriso complacente
e um coração meigo

acaricia-me a alma
com um sentimento bom
e o coração despojado
inteiro na mão

acaricia-me a alma
mas venha devagar
dando-me tempo
de me acostumar

tenho a alma cansada
os olhos doídos de tanto olhar
a esquina da vida num
horizonte sem fim

acaricia-me a alma
e dai-me nesse tempo
todo amor que puder sentir
acaricia-me...

Rosane Silveira
(proteja os direitos da autora)

2 comentários:

Polêmica disse...

Que poesia linda.
Quando nossa alma está cansada precisamos de doces palavras para acariciá-la.

Pode pegar o selinho sim, já percebi que você é realmente uma mulher bem resolvida, rs...=)


Beijos

Anônimo disse...

Poetisa linda.
Poxa como este me tocou. Desde agora solicito sua permissão para poder participar aqui. Td mui lindo. Achei seu orkut e deixei lá uma solicit. bj da jurema Alves